sábado, 30 de maio de 2015

A Marcha pela Liberdade cumpriu sua missão

O pedido de impeachment sendo levado pelo Eixo Monumental, em Brasília-DF
Depois de 34 dias de jornada, a Marcha pela Liberdade chegou a seu destino e cumpriu sua missão. O pedido de impeachment foi protocolado e não será arquivado. Leiam o texto do pedido aqui.

Foi assim a chegada ao Congresso Nacional:

video


Depois da reunião com o presidente da Câmara, Renan Haas, coordenador nacional do Movimento Brasil Livre, deu esta declaração:

video

É importante destacar a (falta de) cobertura da imprensa sobre a Marcha pela Liberdade, as matérias que distorceram a pauta e os objetivos do movimento e a absoluta indiferença com que está sendo tratada a fundamentação jurídica para o impeachment. Esta cobertura da Reaçonaria é um trabalho completamente amador, inconstante, feito às pressas de madrugada, com informações garimpadas no Facebook e na Internet. Quais dessas informações vocês viram na grande imprensa? Durante a ditadura militar, havia um destestável Departamento de Censura. Hoje, na teórica vigência do Estado Democrático de Direito, temos uma censura mais eficiente que a da ditadura militar.

E quero prestar minha homenagem aos bravos lutadores que empreenderam essa jornada. É uma tarefa muito dura combater a organização criminosa que se infiltrou por toda a República corrompendo todas as suas instituições. Os cidadãos se sentem impotentes, isolados, acuados. Os integrantes da Marcha pela Liberdade não se conformaram com essa impotência e resolveram partir para a ação. Não sei se adotaram a melhor estratégia ou não. Sei que seguiram com ela com paciência e perseverança, e cumpriram a missão a que se propuseram.

Eu gostaria de ser um deles.



No Eixo Monumental

Na Esplanada dos Ministérios


No gramado do Congresso Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário